O que é segurança patrimonial?

O que é segurança patrimonial

Os altos índices de violência já fazem parte da rotina da maioria das cidades, infelizmente. A ameaça constante fez surgir a necessidade de um comportamento preventivo, dando surgimento à segurança patrimonial. E não é raro vermos nos imóveis à nossa volta que muros altos, grades e vidros blindados dominam a paisagem urbana.

Hoje os condomínios e prédios empresariais já se preocupam em oferecer soluções de segurança desde a estruturação do projeto, com grades, guaritas, câmeras de vigilância, até a instalação de alarmes. Mas sem a presença de uma empresa especializada, que ofereça profissionais capacitados para operar e executar essas rotinas, isso não oferece a segurança desejada.

Com certeza você já pensou tudo sobre formas de proteger melhor a sua residência ou sua empresa. Imagine se ocorre um incêndio de grandes proporções ou se acontece uma invasão e valores são furtados? Essas coisas podem não apenas gerar um grande prejuízo como até mesmo afetar a credibilidade e a confiança na sua organização.

Por isso, existe um segmento da segurança que cria soluções preventivas para proteção de pessoas e dos bens que estão em um determinado imóvel ou estabelecimento, que é a Segurança Patrimonial. Essa área desenvolve um conjunto de atividades para que o contratante fique livre de danos, interferências e perturbações.

Para que a diferença fique clara, é necessário entender que danos são perdas materiais provocadas por incêndios, acidentes, roubos, furtos e por qualquer outra ocorrência que resulte em prejuízo material. Os danos também são consequências de interferências relacionadas a ações de sabotagem, espionagem, concorrência desleal e roubo de informações, que prejudicam o patrimônio imaterial, aquele que não é tangível e palpável. Finalizando, ainda ressaltamos as perturbações, que são sempre relacionadas a situações que ameaçam as atividades normais da empresa, trazendo também prejuízos financeiros.

Diante disso, percebemos que no campo empresarial, além de preservar os valores mais evidentes de uma organização, que podem ser representados tanto pelas pessoas quanto pelos bens materiais, a Segurança Patrimonial também tem a função de garantir a continuidade dos processos e até resguardar o patrimônio intelectual de uma empresa, que são as informações de projetos, serviços e produtos que ela desenvolve.

E como funciona a Segurança Patrimonial?

A Segurança Patrimonial cresceu muito a partir do desenvolvimento de tecnologias que permitiram projetar e oferecer novos serviços. Isso possibilitou ter sistemas eletrônicos de segurança cada vez mais presentes em muitas empresas, nos condomínios e nas residências.

Manter o patrimônio livre de danos e reduzir as perdas requer uma série de medidas práticas que são pensadas de maneira integrada para garantir que uma complemente a outra de forma planejada, eliminando qualquer brecha ou possibilidade de falha. O Serviço de Segurança Patrimonial protege desde as instalações físicas, passando por estoques, equipamentos, veículos, mobiliário e assim por diante, até a integridade dos recursos humanos, porque as pessoas também são consideradas um patrimônio.

Um sistema de segurança bem planejado e operado por profissionais especializados pode evitar prejuízos e assegurar o bom funcionamento de qualquer tipo de empresa. Não apenas as que trabalham com dinheiro em espécie ou objetos de valor, mas também escritórios e organizações que tenham como matéria-prima dados e informações valiosas.

Para atuar na segurança de um local e das pessoas que o frequentam, a Segurança Patrimonial trabalha com a prevenção de riscos e ocorrências em algumas situações mais comuns:

  • Assaltos e invasões
  • Furtos e roubos
  • Atos de sabotagem e espionagem
  • Acidentes

Para realizar o controle em cada uma dessas situações, são oferecidos serviços distintos, adotadas tecnologias e estratégias diferentes que se complementam para formar um plano de segurança abrangente. Os principais serviços são:

Cercas elétricas

Elas formam a primeira barreira contra ações criminosas e inibem invasões, transmitindo uma descarga elétrica quando um intruso tenta pular um muro ou uma grade do imóvel protegido. Elas são ligadas a um pulso de alta tensão e baixa corrente, o que não representa risco de vida para pessoas e animais, mas atordoa o intruso.

Câmeras de segurança

Equipamentos fundamentais para a atuação da Segurança Patrimonial, pois permitem monitorar e detectar ações mal-intencionadas, determinando a ação de equipes de apoio para coibir a tentativa criminosa. Com as imagens captadas é possível identificar criminosos, facilitando o trabalho dos órgãos de segurança pública.

Vigilantes

Profissionais extremamente capacitados que auxiliam na segurança do patrimônio, fazendo a guarda de entradas e saídas, verificando o movimento do local ou realizando a proteção de funcionários e visitantes. Eles podem trabalhar armados ou não, vai depender das necessidades específicas de cada contratante e do plano de segurança desenvolvido.

Controle de acesso

A entrada e saída de pessoas e/ou veículos são controladas de forma rigorosa. O controle de acesso também pode contar com o suporte de uma central de monitoramento registrando todos que têm acesso às dependências do imóvel.

Sistema de alarme e sensores

Ligados à central de monitoramento que alarma o sistema, os sensores podem ser de movimento ou usar a tecnologia do infravermelho para emitir sinais quando detectam movimentações suspeitas. Eles ficam espalhados estrategicamente, monitorando e detectando a presença ou invasão de pessoas.

Com esses equipamentos modernos, profissionais treinados e planejamento estratégico, a Segurança Patrimonial pode abranger todas as suas necessidades de proteção, garantindo a defesa do seu patrimônio e a integridade física das pessoas.