Como funcionam as cercas elétricas e por que são uma boa proteção

Como funcionam as cercas elétricas e por que são uma boa proteção

A preocupação com a segurança dos imóveis não é um fenômeno de hoje. Portões e muros cada vez mais altos e até cacos de vidro ou arames farpados no topo dos muros numa tentativa de preservar a propriedade de possíveis invasores e ações criminosas são vistos desde sempre. E à medida que  avançou a tecnologia, aumentaram também os equipamentos criados para proteger as pessoas e seus patrimônios. Hoje, as formas de manter a segurança do seu imóvel são diversas, e uma das opções mais conhecidas e adotadas é a cerca elétrica.

Esse equipamento virou item obrigatório em todo bom projeto de segurança eletrônica de quem deseja aliar mais segurança e restrição de acesso a locais. A cerca elétrica é um sistema de proteção bastante eficaz para residências, indicado inclusive para imóveis rurais ou urbanos onde as pessoas viajam constantemente ou ficam ausentes por longos períodos. Elas têm uma função muito simples: inibir a entrada ilegal em propriedades. Quando um equipamento deste tipo é instalado em um imóvel, não só fica muito mais difícil invadi-lo, como a cerca elétrica emite um recado claro aos criminosos: "este local tem proteção, nem tente se aproximar!"

Além de agregar segurança e tranquilidade aos moradores/usuários, o custo benefício é outra grande vantagem para quem deseja instalar uma cerca elétrica, mas é importante observar a garantia oferecida pela empresa e o custo com a manutenção.

Onde usar cerca elétrica?

A instalação de cerca elétrica é indicada tanto para pessoas que desejam proteger a sua residência, como para empresas e comércios que precisam de mais segurança. Os condomínios também são muito beneficiados, especialmente os que possuem uma área extensa, já que a cerca evita as invasões e também serve como alarme. Já nos imóveis rurais, elas ajudam tanto a proteger grandes propriedades quanto no confinamento do gado e outros animais de criação.

Diante de toda essa versatilidade, vamos ver algumas dicas sobre as cercas elétricas e o seu funcionamento, para tirar as suas dúvidas e esclarecer mitos sobre este equipamento.

O que compõe uma cerca elétrica?

As cercas elétricas são compostas por fios de aço que conduzem os pulsos de alta tensão emitidos pelo energizador eletrificado. O choque emitido pelo aparelho se repete a cada 1 segundo. Esse sistema de corrente pulsativa impede que uma pessoa fique grudada na cerca recebendo choques continuamente. 

Um sistema de cerca elétrica é composto por central de choque, bateria de emergência, sirene, hastes que sustentam os fios, fios de aço inoxidável, cabos de alta isolação, repuxos para esticar os fios e aterramento.

Qual o efeito da cerca elétrica?

Ao contrário do que muitos imaginam, o contato com uma cerca elétrica não é fatal. O efeito tem mais o intuito de inibir e assustar do que machucar de verdade. Embora a voltagem na sua corrente seja de até 8.000 volts, as cercas possuem baixa amperagem, exatamente para não provocar danos físicos às pessoas. Assim, quando há o toque, o invasor sente apenas uma sensação desagradável causada pela descarga elétrica que percorre o seu corpo, provocando uma contração muscular seguida de um formigamento na região de contato. Essa combinação de baixa amperagem e corrente pulsada faz com que a pessoa em contato com a cerca seja arremessada para longe dos fios, ao invés de ficar grudada no condutor até que o circuito seja interrompido, como acontece quando alguém toma um choque elétrico doméstico, onde a corrente é contínua. Se o invasor tentar cortar a cerca, além de receber um choque, a ação acionará o alarme contra violações presente em todos os dispositivos, que são ativados no caso de rompimento dos fios ou corte da corrente elétrica. Assim a cerca tem uma dupla proteção.

A cerca elétrica funciona quando falta energia?

Mesmo se houver interrupção no fornecimento de energia elétrica no imóvel, o local não ficará desprotegido, pois os sistemas de cerca elétrica legalizados possuem uma bateria que funciona sem pausas para manter o equipamento ativo. Geralmente, a bateria tem carga suficiente para manter o sistema funcionando por até 12 horas. Tempo de sobra para o retorno da luz em caso de falta de energia.

Quais os tipos de cerca elétrica?

No mercado de segurança, existem dois modelos de cercas elétricas:

Convencional

Formada por circuitos paralelos de fios lisos de inox unidos com hastes verticais e batentes isoladores. Esse modelo é o mais comum em imóveis residenciais.

Concertina

Composta por lâminas de aço cortantes energizadas e em espiral simples ou dupla (com espirais entrelaçadas). Esse modelo é adotado principalmente em comércios, empresas e indústrias.

Manutenção é importante

É importante contratar uma empresa de segurança eletrônica de qualidade e confiança reconhecida, que ofereça serviço de manutenção, pois uma cerca com fios frouxos diminui a sensação de choque que o invasor pode sentir, ficando mais vulnerável. Outro item que exige atenção é a bateria, que deve ser trocada anualmente para garantir o funcionamento da cerca elétrica mesmo quando ocorram quedas de energia. Com esses itens bem cuidados, dificilmente as cercas darão algum problema.

Vigilância eletrônica com Cerca Elétrica BBC

Agora que você tirou suas dúvidas sobre a cerca elétrica e sabe mais sobre o seu nível de segurança, consumo de energia, autonomia e riscos, é importante escolher um serviço legalizado. Ao optar pela instalação de uma cerca elétrica, é recomendável procurar por uma empresa que seja especializada neste tipo de dispositivo para fazer a vistoria do local e ver as possibilidades de instalação do sistema com toda segurança, como a BBC Vigilância. O equipamento fornecido por nosso serviço de Vigilância Eletrônica é certificado, tem a carga elétrica correta e segue as normas de instalação recomendadas.